Parabéns my baby!

Aviso: Este, ao contrário do habitual, é um post pessoal, lamechas e a puxar ao sentimento. Quem não tiver interesse pode parar de ler por aqui!

Imagem

 

Hoje é um dia, que além de feliz, é especial! Aliás, muito especial!

Há três anos nasceu o meu filho mais pequeno, e se isso seria mais do que suficiente para tornar este dia absolutamente especial, em virtude de determinados acontecimentos, este foi também o dia em que fiz as pazes com a vida. O dia em que tornei a serenar o meu coração. O dia em que voltei a acreditar, que às vezes a vida tira-nos, sem razão aparente e isso parece-nos tão injusto, mas que depois nos devolve… No caso não posso dizer que tenha sido em dobro, como se costuma, ou em melhor porque não conseguimos medir o amor pelos diferentes filhos, mas sei que me devolveu em bom, em MUITO BOM!

O meu filho mais pequeno, não foi obviamente o primeiro filho, nem o arrebatamento do primeiro filho e desse sentimento absolutamente novo, envolvente, desmedido e também assustador… Se eu já gostava tanto de outra criaturazinha absolutamente especial, teria capacidade para gostar igualmente tanto de outra criaturazinha?

Pois é, tinha! Temos! Sim gostamos igual dos diferentes filhos, simplesmente eles precisam de nós de diferentes formas, nos diferentes momentos!

O irmão mais velho já era tão especial, esperto, inteligente, lindo de morrer… enfim aquilo que TODOS os filhos são para as SUAS  mães, qual seria então o lugar do filho mais novo?

Pois é… sendo que é também o filho mais especial, esperto, inteligente, lindo de morrer do MEU mundo, veio conquistar-nos a todos com a sua infinita doçura. Não há no mundo filho mais meigo ou doce… É uma malandro doce! São os piores!!!

Por isso, baby da mamã, espero ser uma mãe à tua altura!

Já sabes que da mamã podes contar com muito gritos, muitos ralhetes, muitos abrir de olhos… mas especialmente muito muito muito mimo – beijos e abraços (que os teus são os melhores do mundo) sempre.

Espero contribuir para que te tornes uma pessoa correcta, e de  bem com a vida. E que sejas curioso, que queiras conhecer, que queiras apreender, porque há muito mundo lá fora!

Se pudesse escolher assim um desejo absurdo, escolhia viver para sempre, para poder estar sempre ao vosso lado. Pois, que isso talvez seja a grande mudança de vida, quando se passa a ser mãe, passa-se a ter medo de morrer, e não, não é aquele medo comum…

Sim, porque eu tenho a mania, quer dizer, a certeza, que na vida dos meus filhos sou imprescindível, pelos simples facto de ser eu a pessoa que mais gosta deles no mundo! (aqui peço desculpa ao pai, que sei que também gosta muito, mas pronto é a segunda pessoa a gostar mais deles no mundo…)

Não podendo viver para sempre… enquanto cá andar podes contar comigo para estar sempre sempre ao teu lado! Mesmo quando escolheres uma namorada que eu não goste… 🙂 Ainda tenho uns anos para me habituar à ideia… I hope so!

Espero que saibas ser FELIZ!

Um beijo do tamanho do MUNDO!

Absolutely LOVE YOU!!!!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s